Translate

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Kananginebo katundebo!

O dever de informar e ser informado encontra respaldo na Filosofia bantu e, entre diversas, manifestações uma delas é a que se segue:

Kananginebo katundebo!
> Quem esteve ausente que não saia!
Há temas que são de conhecimento obrigatório.
> Daí que quem não presenciou um facto deve aperceber-se/informar-se do que se passa.


Sabedoria ambundu (Kipala kya Samba)

domingo, 1 de janeiro de 2017

MUKENGE NYI MUKILA WE

A família é também retratada na filosofia bantu, cujo conhecimento viaja de geração em geração.
Assim, encontramos a expressão: 
 
> Mukenge wenda nyi mukilawe!
 
> O mabeco anda com a sua cauda.
 
> Cada mãe com os seus filhos e cada pai com a sua família!
Sabedoria ambundu (Lubolu)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

PUKUPA KAPWETE


Quando há escassez, os kibalistas dizem:

"Pupaka papa. Pukupa kapwete."
[Onde se põe é aqui, onde se tira não há].

 A demanda é maior do que a oferta. E todos se queixam sem razão. Os tempos são de aperto.
Recitado por: Miguel Albino.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

PWAXENDUKA SANJI PWANOHO

Pwaxenduka saji kunoha yanoho!

A galinha só escorrega onde haja chovido (em terreno lamacento).
Só quem faz é quem erra.
Onde haja percalços houve actividade|labor.

Pwaxenduka saji kunoha yanoho!

Revivendo as margens do Longa, entre Lubolu e Kipala

sábado, 1 de outubro de 2016

WETEPO KIKI KETEPO KAKA

 
Reflectindo sobre o alcance da filosofia africana.
- Wetepo kiji; Ketepo kaka!
- Ao presente o que lhe é devido. Ao ausente o que é possível ser-lhe entregue.
 
Aplica-se normalmente quando os caçadores repartem os frutos da jornada em outras situações sociais, no dia-a-dia de nossas vivências.
 
Ao presente o que lhe é devido. Tb significa ao presente desculpas aceites ao ausente culpas imputadas.
 
Sabedoria ambundu (Lubolu e Kipala).
Recitado por Matias Pascoal.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

SINSI KIMOSI KA KILENDI VANA NLEMO KO

"Uma única lenha não dá chama."

Interpretação: " A união faz a força"

Sabedoria bakongo

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

UKAMBA WA HITA

 
> Ukamba wa hita. Ki butokota nyoha!
> Amizade de banquetes. Se houver problema ou necessidades de apoio os amigos de ocasião tornam-se inimigos ou se comportam como desconhecidos (cobras).
Sabedoria ambundu (recitada por Maria Canhanga, 08.05.2016)

sexta-feira, 1 de julho de 2016

NGOLOXI KAMUTHATE ILONGA

》Assuntos não se tratam ao entardecer.
》Assuntos de extrema importância e seriedade não devem ser tratados à noite. Por exemplo, não se deve ir à noite à casa de alguém fazer uma participação ou cobrar uma dívida (pode ser confundido com ladrão).
 
"Ngoloxi kamuthate ilonga"
 
(Sabedoria ambundu - Kibala. Recitado por Matias Pascoal)

quarta-feira, 1 de junho de 2016

MBATI KALONDO KWITINDI

Mbati kalondo kwitindi
O cágado não se coloca no cimo de um tronco). Sempre que aconteça é porque alguém lá o colocou.
Todo o poder é concedido por alguém que tenha maior poder (ou o povo ou alguém sufragado pelo povo).
 
Mbati (mbew) kalondo kwitindi.
 
Sabedoria ambundu (Lubolu, Kipala e arredores).
 

domingo, 1 de maio de 2016

KALANGA KAKONDOKA

Kalanga kakondoka. Kyumbu kye buhoko!

O sardão não anda às voltas. O seu buraco fica sempre ao lado!

Sabedoria ambundu (K-Sul).

sexta-feira, 1 de abril de 2016

AKULU VALINGA VATI


"Vakembakemba kasevi; uvindi eteke limwe wiya usukila vali." - Se for para enganar, então engana o fazedor de circuncisão; é que de quem trança os cabelos você voltará a precisar)
http://ombembwa.blogspot.com/
Sabedoria popular UMBUNDU 


terça-feira, 1 de março de 2016

MWAPITI OMBWA

Mwapiti ombwa muthu a samba kalandulamo!

» Onde passa o cão nada haverá para rastrear.
A tradução literal se refere às caçadas colectivas, no Kwanza-sul, onde homens se fazem acompanhar de cães para procurar e abater animais selvagens. Sendo o cão um grande farejador, onde haja passado um canídeo, pouco haverá por encontrar.
 
» O sentido mais filosófico do aforisma tem a ver com a desnecessidade de se repetir algo já bem explícito. Não adianta repetir o que já está claro.

Mwapiti ombwa muthu a samba kalandulamo!

Adágio da região ambundu (Kimbundu) do Kwanza-Sul, recitado por Matias Pascoal e traduzido por Luciano Canhanga